00:00:00
10
ago

O presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Roraima, Humberto Silva participou na semana passada, em Belém, no Pará, do lançamento do II Encontro Internacional de Jornalismo Ambiental, que reunirá no período de 2 a 5 de junho do próximo ano, profissionais de diversas nacionalidades que atuam ou têm interesse sobre a Amazônia, estendendo pelo Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guianas, Peru, Suriname e Venezuela.
10
ago

As instituições estatais de assistência técnica e extensão rural (Ater) terão R$ 19 milhões para o atendimento de agricultores familiares e assentados da reforma agrária em 2004. Esses recursos aliados a investimentos dos governos estaduais e municipais serão suficientes para beneficiar um milhão de produtores. Para o governo de Roraima serão destinados R$ 301.120,00 reais.
10
ago

A vice-presidente do STF, ministra Ellen Gracie, no exercício da presidência, negou o pedido do Ministério Público Federal (MPF) de suspender a decisão da Justiça Federal de Roraima que impediu a homologação, de forma contínua, da área indígena Raposa Serra do Sol (RO). O requerimento do MPF foi feito na Suspensão de Liminar (SL) 38. Assim, ficam mantidas as decisões que excluíram, da área indígena, a faixa de fronteira com a Guiana e a Venezuela, o Parque Nacional Monte Roraima, os municípios, vilas, rodovias e as plantações de arroz no extremo sul da reserva.
10
ago

Causou mal-estar e indignação no Tribunal Superior Eleitoral-TSE a nota publicada ontem (01) na coluna Parabólica do jornal Folha de B. Vista, afirmando que o relatório do ministro Humberto Gomes de Barros é favorável ao governador Flamarion Portela, no processo que responde por abuso de poder econômico e administrativo.
10
ago

Briga de família. O deputado federal Almir Sá (PL) não quer de jeito nenhum que o sobrinho Eduardo Sá dispute a eleição para vereador de Boa Vista. "Lobão" como Almir Sá é conhecido no meio político por "abocanhar" tudo, quer que a família apóie o irmão Aldemar, dono da Sá Engenharia, empresa que atravessa séria crise no mercado local.
10
ago


Há imparcialidade nas decisões de juízes? Passados sete meses das prisões dos acusados de envolvimento no Caso Gafanhotos, é de se perguntar de que valeram aquelas prisões, como a do ex-governador Neudo Campos, por exemplo, do que serviu para o processo se não para causar constrangimento e humilhação para o homem que governou Roraima por sete anos. O Ministério Público Federal e a Polícia Federal ainda não apontaram o destino do dinheiro desviado, coisa de R$ 320 milhões, segundo procuradores e policiais federais. Nenhum centavinho em alguma continha no exterior foi localizado. Como se esconde R$ 320 milhões?
10
ago


Os dirigentes regionais do PL e PSB definem logo mais, à partir das 18 horas, em reunião na Vice-Governadoria, o nome do candidato a vice que irá compor a chapa do candidato a prefeito de Boa Vista Otoniel Ferreira. Isso, caso a candidatura não sofra implosão diante da resistência de deputados estaduais do PL que preferem apoiar o ex-governador Neudo Campos.
10
ago

O presidente da Companhia de Desenvolvimento de Roraima (Codesaima), Rogério Luís Caleffi, entregou hoje de manhã ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) um relatório sobre as investigações que realizou em busca das embarcações da empresa e do governo do estado que estariam nas mãos de terceiros. A entrega do documento foi feita durante a audiência que aconteceu na manhã desta quinta-feira.
10
ago

Pela primeira vez a Fundação de Ensino Superior de Roraima (Fesur), vai atuar na seleção de candidatos para o curso de Licenciatura Plena em Educação Física, do Centro Federal de Educação Tecnológica de Roraima (Cefet). O edital foi lançado no dia 30 de junho. O acordo faz parte do termo aditivo do convênio 011/2004, firmado entre o Centro Federal e o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Educação, no início de junho.
10
ago

O Governo do Estado, por meio da Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda), começa a pagar a amanhã (02) os proventos dos servidores públicos, referente ao mês de junho. O impacto na economia roraimense será na ordem de R$ 13 milhões. O dinheiro estará disponível em toda a rede oficial de bancos. Serão pagos pensionistas, inativos, comissionado pagos pelo Estado e Fundef (Fundo do Ensino para Desenvolvimento do Magistério) e os servidores efetivos do Estado e do Fundef.