00:00:00
OFICIALMENTE DESCARTADO
Telmário é carta fora do baralho

Hiran diz que seu adversário é Romero Jucá
Em entrevista à rádio Folha BV, anteontem, o deputado Hiran Gonçalves, foi curto e grosso ao apontar Romero Jucá como seu verdadeiro adversário na disputa pelo Senado em outubro. Ou seja, para Hiran, Telmário Mota é carta fora do baralho com quem ele nem se preocupa.

Sem aparecer ao lado de Antônio Denarium em eventos, em propagandas, e com todo o governo trabalhando para a chapa em que Hiran é que está junto com o governador, Telmário, realmente, virou carta fora do baralho já que os eleitores de Denarium que achavam que o estudioso de Nibirú seria seu candidato ao Senado, cada vez mais percebem que o candidato é Hiran.

Dessa forma, a política agressiva, difamatória e mentirosa com que atacou adversários - inclusive, o próprio Denarium foi vítima de suas acusações sem provas -, mostraram que Telmário não somava em nada  nas pretensões do governador em se reeleger. Pelo contrário, a rejeição de Telmário, réu em processo criminal acusado de espancar uma jovem de 19 anos, pesaria para cima de Denarium.

Daí, o grupo governista ter procurado outro nome e descartar quem chamou Denarium de "ladrão", "bandido", "falsário" e ainda insinuou que ele cheirava cocaína. O que seria muito difícil de explicar ao sei eleitor, como, depois de tudo isso, ainda formar chapa com alguém agressivo, difamador e mentiroso.


COMENTÁRIOS