00:00:00
ASSOMBRAÇÃO
Ataques a Romero Jucá demonstram preocupação de adversários com eleição de 2022.

Lurenes e o acerto político
Uma fonte do Palácio Hélio Campos desmente informação que o secretário adjunto da Casa Civil, Lurenes Avelino, foi colocado no cargo por indicação do chefe Disney Mesquita:
"Todo mundo sabe que os cargos de adjuntos nas secretarias são para atender as composições políticas do governador Antônio Denarium. O Disney não tem moral para indicar adjunto de nada e sim, de ter articulado com políticos e com o governador alguns nomes que foram nomeados, como de Lurenes depois de acerto com o Abel Galinha e com a deputada Shéridan (Stteffanny). Se o acordo era eles  (Abel e Shéridan) tirarem o processo de cassação do governador eu não sei", informou a fonte.


"Não ganho nada"
Pelo sim pelo não, Abel Galinha já comentou que não tem lá muito interesse nessa ação de cassação de Denarium. "Se ele (Denarium) for cassado eu não ganho nada, eu não assumo, terá nova eleição. Sou da linha da conciliação", tem pregado o ex-deputado.


Troca de advogadas
Na OAB, um advogado leitor assíduo do Fontebrasil enviou mensagem informando que a colega Meise França, comentou há dois meses que iria assumir o caso do processo movido pelo PSDB que pede a cassação de Denarium. Hoje o processo está na mãos da advogada Dizanete Matias, tida como uma profissional séria e que era muito próxima de Anchieta Júnior, que encabeçou a ação de cassação de Denarium.


Morreu há um mês
Quanto à Meise, ela é advogada particular de Shéridan, que iniciou "namoro político" com o governador, e como todo relacionamento para dar certo, um tem que somar com o outro. Assim sendo, um "deixa prá lá" da ação que Anchieta Júnior moveu, teria morrido com ele há um mês.


"Nosso governador"
Resumo da ópera, está bem claro que Antônio Denarium teme - e muito - ser cassado. As provas apresentadas por Dizanete Matias, e mais os depoimentos colhidos são bem contundentes, segundo fontes do PSDB de Anchieta, que não é o PSDB de Shéridan, esse que tem Antônio Denarium como "nosso governador", como Bilú se refere agora a ele, e demonstra nesse abraço apertado dos dois.


Nada para BV
Apesar de contar com pelo menos cinco nomes diretamente interessados na eleição para Prefeitura de Boa Vista, a bancada federal deixou a capital de fora das emendas impositivas que estão no orçamento geral da União de 2020 para aplicação em 2021. São R$ 495 milhões em recursos para o estado, e nada para o cidade que reúne 70% da população de Roraima.


Orçamento mucho
Em outras palavras, o próximo prefeito ou prefeita terá um orçamento muito mucho já no seu primeiro ano de gestão. Isso siginificará ausência de obras, prejuízo a programas sociais, dificuldade em se ampliar quadro de pessoal, e de investimentos em serviços diante de uma população que cresce a cada mês.


Situação difícil
“Quando a população aumenta é natural que surjam novas demandas. A cidade cresce, novos bairros são criados, as mães reclamam por mais escolas e creches e o gestor precisa trabalhar seja com asfaltamento de ruas, com iluminação ou construção de escolas e unidades de saúde para atender a essa população. Considerando o que os municípios de Roraima arrecadam de receita própria, fica evidente que nenhum deles, incluindo a capital, tem condições de fazer esse tipo de investimento sem apoio das emendas federais”, disse o economista ouvido pleo jornal Roraima em Tempo.


Cortaram R$ 30 milhões
Cabe lembrar que há quatro meses, liderados pelo deputado Hiran Gonçalves - que quer atender de sua mulher para ser candidata a prefeita de Boa Vista - cortaram R$ 30 milhões que seriam usados para obras de asfaltamento de drenagemd e águas das chuvas em bairros da periferia. Hiran contou com apoio de Shéridan e de Antônio Buzz Ligthyear Nicoletti, dois que se colocam como pré-candidatos à sucessão de Teresa Surita.


Posse de concursados
Enquanto isso, a prefeita Teresa Surita deu posse ontem a mais 278 novos servidores efeitvos do município para trabalharam na Secretaria Municipal de Gestão Social. Assumiram nove técnicos de enfermagem, 27 socioeducadores, 68 educadores sociais, 66 agentes de articulação, 27 assistentes administrativos, 37 assistentes sociais, 21 psicólogos, 16 pedagogos, 1 nutricionista, 1 designer gráfico, 1 antropólogo, 1 administrador, 1 economista, 1 contador e 1 analista de sistema.


Mais delicado
Teresa destacou que o trabalho social é o serviço mais delicado porque trata direto com o problema das pessoas. "Então, eles [concursados] estão sendo muito esperados, serão capacitados, já assumem amanhã. É mais um grupo de servidores efetivos que a prefeitura chama para que possa desempenhar melhor seu trabalho e atender a população.”


Geradora de empregos
Em seis anos e 10 meses, a Prefeitura de Boa Vista é a instituição pública de Roraima que mais criou vagas de emprego nos últimos anos, um total de 15 mil desde 2013, entre concursos públicos e processos seletivos, com 11 concursos públicos, e apesar das crises econômica e política que o país atravessou de 2014 a 2016, e mais a imigração de venezuelanos, 5.104 servidores foram empossados, resultando uma administração que conta com mais de 70% de servidores concursados. 


Dor eterna por R$ 1 mil
Kaleno Cabral dos Santos, de 20 anos, sem habilitação para dirigir, atropelou mãe e dois filhos pequenos, matando o menor. Pagou fiança de R$ 1 mil - Hum mil reais - e foi solto pela justiça. A lição que passa é que um acidente desse cometido por quem agia de forma irregular, matando uma criança, ferindo o irmão e a mãe, e causando dor eterna à uma familia, custa apenas R$ 1 mil, para responder em liberdade.


Fim de semana
Durou um fim de semana a intervenção do governo na Universidade Estadual de Roraima, o juiz Luiz Alberto de Morais Junior, da 2ª Vara da Fazenda Pública, suspendeu a intervenção, e ainda determinou multa de R$ 500 mil diários contra o governador, por dia de atraso no cumprimento da sentença.


Tirou documentos
"Para o governo, os três dias que ocupou a UERR serviram para tirar cópias de documentos oficias da instituição. Com eles, o governo quer se municiar para cusar a UERR de malversão de dinheiro público e interferir no processo eleitoral da universidade", comentou um advogado que acompanha o caso.


Música do Fantástico
Se depender do Ministério Público Estadual, o presidnete da Assembleia Legislativa, Jalser Renier, pode pedir música do Fantástico. Em três meses, o MPE pediu três vezes o afastamento de Jalser alegando irregularidades administratvas na ALE, entre elas, a mais nova: licitação sem cotação de preços, documentos apócrifos, falta de assinaturas obrigatórias no processo, falsificação de assinaturas e ausência de edital e publicidade.


Contratar empresa de irmã de Mecias
De acordo com o MPE, a empresa Construtech não poderia realizar o serviço, pois documentação jornalística e cobertura fotográfica não estavam listadas no contrato social da empresa entre as atividades desempenhadas. A ALE deveria ter contratado a emrpesa União, da irmã do homem do milagre da multiplicação dos bens, Mecias de Jesus, que vende desde areia a parafuso de foguete da Nasa, e presta serviços desde tomar conta de pets a alimentação industrial.


Constranger o Tribunal
"O que se vê, o MPE partiu para o "água mole e pedra dura, tanto bate até que fura", com o intuito de constranger o Tribunal de Justiça", comentou um advogado da ALE, informando que as ações se referem a fatos anteriores a 2016, no âmbito de processos licitatórios já encerrados e que, a partir das suspeitas levantadas, tiveram todos os pagamentos suspensos.


Subiu no telhado
Esse "namoro político" que promete "casamento" entre Shéridan e Denarium, fez o apoio à reeleição de Telmário Mota subir no telhado. Até o professor de todos nós, o invícto das urnas (nunca ganhou uma eleição) Getúlio Cruz, que abre espaço para Telmário nos seus veículos de imprensa, já teria comentado com pessoas que vão "tomar aulas" com ele no seu jornal, que Shéridan tem muito mais condições de ganhar a eleição de Romero Jucá em 2022.


Bolada nas costas
Nibirú, acostumado a desfrutar das estruturas de governos, indicando parentes e aliados para cargos de diretorias, e depois no ano de eleição pula fora cuspindo no prato que comeu, poderá levar um senhora bolada nas costas. Shéridan candidata proprocional obteve 12 mil votos. Já Nibirú, candidato majoritário, nem metade disso


Jucá assombra
Getúlio, como outros adversários de Romero Jucá, tem o ex-senador como uma assombração mesmo estando ele sem mandato e longe três anos para disputar nova eleição. Nas redes sociais, há grupo de pessoas que têm empregos no governo mas trabalham postando em casa ataques a adversários, e outros grupos ligados a Telmário Mota, que se sentem assombrados por Jucá. Todos os dias entoam mantras contra o ex-senador demonstrando medo contra quem está sem mandato.


Crime
Manifestação criminosa essa dos garimpeiros interrompendo o fluxo na BR-174 no trecho da Água Boa. Garimpo em terras indígenas é crime. Prejudicar a vida de pessoas em nome de um crime, tem que ser tratado como crime, ainda mais depois que danificaram um carro e feriram uma mulher.


E se tivessem armados?
A situação pdoeria ter sido pior, como bem comentou o defensor público Julian Barroso. "Agora imaginemos: Os caminhoneiros que queriam chegar à Boa Vista após dirigirem por nove horas, e alguns desses motoristas estivessem armados?"




COMENTÁRIOS

A PHP Error was encountered

Severity: Core Warning

Message: PHP Startup: Unable to load dynamic library '/usr/lib/php/20151012/php_gd2.dll' - /usr/lib/php/20151012/php_gd2.dll: cannot open shared object file: No such file or directory

Filename: Unknown

Line Number: 0

Backtrace: